GRUPOS DE RISCO


A ADoP, cumprindo as diretrizes da Agência Mundial Antidopagem, distribuiu as diferentes modalidades desportivas que integram o Programa Nacional Antidopagem (PNA) por 4 grupos de risco (Extremo, Alto, Médio e Baixo), sendo o grupo de "Risco Extremo" aquele em que os números de controlo de dopagem são proporcionalmente mais elevados.


A distribuição das modalidades desportivas por grupos de risco é a seguinte:

Grupo Alvo 31-7-2020

 Grupos de Risco - Critérios

Para o posicionamento de uma modalidade desportiva num dos quatro grupos de risco são considerados os seguintes critérios:

a) As exigências físicas e outras do(s) desporto(s) relevante(s) e / ou disciplina(s) dentro do(s) desporto(s), considerando, em particular, os requisitos fisiológicos do(s) desporto(s) / disciplina(s) desportiva(s);

b) Os possíveis efeitos na melhoria do desempenho que a dopagem pode provocar nesse(s) desporto(s) / disciplina(s) desportiva(s);

c) As recompensas disponíveis nos diferentes níveis do(s) desporto(s) / disciplina(s) e / ou outros incentivos potenciais que pode levar um praticante desportivo a recorrer à dopagem;

d) Historial em termos de violações de normas antidopagem do(s) desporto(s) / disciplina(s) desportiva(s);

e) Pesquisa disponível sobre tendências de dopagem (por exemplo, revisão por pares, estudos e artigos);

f) Informação recebida / inteligência desenvolvida sobre possível práticas de dopagem no desporto;

g) Os resultados dos ciclos de planeamento de distribuição de teste anteriores.